RECEBA NOSSAS NOVIDADES! CADASTRE-SE

TRAVELLING

1º CLASSE

Por: Mauricio Faria MarquesINDIQUEIMPRIMIR

1º CLASSE

1º CLASSE

FOTOGRAFIA

A CAVERNA DE POSTOJNA FICA NA ESLOVÊNIA APENAS POUCOS TÚNEIS ESTÃO ABERTOS PARA O PÚBLICO, A CAVERNA TEM 21 km DE COMPRIMENTO, DOS QUAIS CERCA DE 5,3 km ABERTO A VISITAÇÃO FEITA POR UMA CAMINHADA DE 1700 M E O RESTANTE DE TREM ELÉTRICO.


AVENTURA NO BURACO
Cinco lugares onde as atrações estão debaixo dos pés.

Parque Estadual do Alto Ribeira (SP)
Fica no Vale do Ribeira, a 350 quilômetros de São Paulo. Veja roteiros detalhados, com distintos níveis de dificuldade, e agende um guia no site da cooperativa do parque.
www.parqueaventuras.com.br

Bonito (MS)
Com um rapel de 72 metros de altura, o Abismo Anhumas oferece ao visitante um dos mais impressionantes cenários subterrâneos do Brasil.
www.abismoanhumas.com.br

Nova Zelândia
As Waitomo Caves, são um programa perfeito para uma tarde temperada de adrenalina. Além de Cavving e rapel, os guias do parque organizam saídas de rafting.
www.waitomo.co.nz

Eslovênia
Confira o site de informações turísticas do país, especializado em turismo de aventura na região do Kras (ou Karst) – o berço do caving.
www.slovenia.info

México
Os célebres cenotes da península de Yucatán proporcionam os mais belos – e seguros – mergulhos em caverna do planeta. Com US$ 100 você tem direito a dois cilindros de ar comprimido. E ainda leva grátis uma tarde de calor no sertão mexicano.
www.cenotedosojos.com

VIETNÃ

HANG SON DOONG
A MAIOR DO MUNDO


A maior caverna do mundo, um título de peso para uma recém-descoberta. Fica no Vietnã e sua descoberta ocorreu em 1991 perto da fronteira do Laos, no parque Phong Nha-Ko Bàng National.
Na sua entrada podemos ouvir um zumbido criado pelo rio subterrâneo, o Rao Thuong River. O rio se transforma em pequenos lagos ao longo de seu caminho nos meses secos. É um mundo perdido em quatro quilômetros de extensão e 91 metros de largura e 240 de altura, para termos uma ideia, ela é grande o suficiente para acomodar um prédio de 40 andares.
Os pesquisadores ingleses Howard e Deb Limbert ficaram quatro dias por lá, em 2009, mas foram impedidos por uma parede de calcita, por isso uma boa parte da caverna continuar inexplorado.
Existe algumas concorrentes no mundo, Mammoth nos Estados Unidos, a profundíssima Krubera-Voronja na Georgia ou a atual recordista Deer Cave, na Malásia, mas nenhuma se compara com o gigantismo da Hang Son Doong.
Em um dos skylights, buracos no topo da caverna, praticamente uma selva se instalou no entorno. Apesar de descoberta ser realizada no ano de 1990, foi somente em 2009 com uma expedição especializada inglesa que Hang Son Doong tornou-se pública.

Comentários

2010-2013 Revista NINE - Todos os direitos reservados.

contato@revistanine.com.br
desenvolvido por Natus Tecnologia